Saltar al contenido
Curriculum Vitae Gratuito

Currículo de um especialista em IA biologicamente inspirado

O conceito de Inteligência Artificial é tão amplo que, como consequência de sua expansão, já começa a ser necessário fazer referência a especialidades ou diferentes abordagens dentro desta disciplina. É assim que perfis profissionais como Especialista em IA com inspiração biológica. Detalhamos qual o papel que eles desempenham no mundo dos negócios, principalmente na indústria de videogames, e como você pode preparar seu currículo para poder se candidatar a essas vagas, cada vez mais procuradas.

Trabalhe como especialista em IA de inspiração biológicaO que faz um especialista em IA biologicamente inspirado?

o Inteligência Artificial Inspirada Biologicamente É um dos avanços mais inovadores que este material protagonizou. Uma nova geração de especialistas em IA que baseiam seu trabalho em algoritmos inspirados no comportamento humano, justamente para resolver algumas das falhas da Inteligência Artificial convencional.

Basicamente, um especialista em Inteligência Artificial Bio-Inspirada consegue materializar a tomada de decisão em tempo real e respostas que se adaptam a ambientes em mudança. Para isso, introduz em seus cálculos abordagens retiradas da Biologia, da Psicologia ou da neurociência. De fato, os principais especialistas em IA do mundo acreditam que esses sistemas de inteligência só poderão evoluir e desenvolver todo o seu potencial se forem inspirados no funcionamento do cérebro humano.

Papéis de um especialista em IA biologicamente inspirado

A peculiaridade de um Especialista em IA com inspiração biológica é, como prevíamos, que ele pode ser incorporado qualquer tipo de empresa porque com sua abordagem ele é capaz de fornecer soluções e respostas onde a IA tradicional falha. As responsabilidades desses profissionais incluem:

  • Otimize a produtividade
  • Melhorar os resultados da tomada de decisão, pois podem ser baseados em estatísticas mais reais
  • Economia de custos, uma vez que a implementação destes novos sistemas é mais rápida e eficiente
  • Automatize tarefas de rotina para que os funcionários possam se concentrar em tarefas mais criativas

Estudos necessários para trabalhar como especialista em IA de inspiração biológica

A grande dificuldade em encontrar um verdadeiro especialista em Inteligência Artificial Bio-Inspirada é que existem grandes especialistas em Inteligência Artificial e grandes especialistas em neurociência ou psicologia, mas poucas pessoas que combinam ambos os conhecimentos. Portanto, a chave para crie um currículo de especialista em IA biologicamente inspirado é ser capaz de refletir uma combinação dessas duas facetas.

Para começar, nos referimos ao tipo de estudos que melhor preparam para ser um especialista em IA, acima de tudo, Matemática, Engenharia e Programação. Depois de ter uma sólida formação em qualquer uma das carreiras STEM, é hora de concluir uma pós-graduação ou curso em Inteligência Artificial em que conteúdos como:

  • representação do conhecimento e do raciocínio
  • processamento de linguagem natural, por meio de compactação e redação de texto
  • redes neurais
  • ética e comportamento humano

Mas, você também pode fazer a viagem ao contrário. Ou seja, ter uma licenciatura em Biologia, Psicologia, Biologia ou Neurociências e concluí-la com um mestrado ou cursos em:

  • Especialização em IA
  • big data
  • Programação em várias linguagens
  • Álgebra e Análise Matemática
  • Estatística e probabilidade
  • robótica

Habilidades no currículo de um especialista em IA biologicamente inspirado

Como vimos, um especialista em IA com inspiração biológica é um verdadeiro profissional híbrido, que condensa conhecimento tecnológico com outros humanísticos. De facto, quase mais determinante do que uma formação académica específica, que realmente não existe, o que se valoriza nestes profissionais é uma aposta demonstrada na formação contínua que se manifesta em competências como:

  • essencial um Domínio do inglês em níveis elevados, porque precisamente para continuar a formação é preciso estar a par das publicações científicas e estas geralmente são nessa língua.
  • capacidade de aprendizagem autodidatajá que a maioria dos avanços não chega ao grande público e é você quem deve ter uma atitude proativa para procurá-los e se manter atualizado.
  • dinamismo e flexibilidade para se adaptar a diferentes enquadramentos.